8 de ago de 2008

Palavras, pedidos..

Bolas, a gente estava indo para lá. O contato entre lá e aqui é significativo, é necessário. Mas, eu não poderia dizer para ninguém de lá que nós estávamos indo. Raios, como evitar isso, se eu precisava da ajuda das meninas que lá trabalhavam para conseguir uma casa para nós? Outra: nós não íamos para ocupar o lugar de nenhum funcionário lá de dentro. Pq não falar a verdade? Para que esconder? Isso era impossível! Fato estranho: enviei os documentos do João. Pouca coisa perguntaram sobre o que ele realmente sabia fazer, ou o que ele fazia lá em Portugal. Mas, até aí, tudo bem. Eles iriam descobrir com o tempo e explorar todo o conhecimento dele. Pensava eu. Outra, a decisão de nos levar para lá partiu daqui do Sul. Depois é que foi comunicada para o pessoal lá do Centro-Oeste. Acho que não gostaram. Acho até que nem queriam que fôssemos, pois a demora para nos informar sobre qdo ir ou não ir, foi demorada.
ihhhhhhhhhh hoje é sexta-feira! Está frio. Estou cansada. Meus dedos não estão ágeis. Muito menos o Tico e o Teco. Tô com sono!!!!!!!!!!!!! Tchau. Volto na semana que vem!

Nenhum comentário: