4 de jul de 2008

Chegando em Portugal

12/10/2005 Quem disse que eu conseguia calçar os sapatos e fechar as calças? ahahahahahaah eu estava com os pés e o corpo inchado. Foi um sacrificio. Olha, falaram tanto na chegada de estrangeiros e um país, como é controlada a sua chegada... eu estava com medo. Mas, passei livre, leve e solta, pois o João foi logo avisando que eu ficaria com ele. Ou pq era domingo e eles estavam sem vontade de fazer perguntas e abrir malas. A hora H estava chegando. Soube que lá fora, a irmã, Lena e os sobrinhos Bruno e Diogo, estavam nos esperando. Não dava para voltar. ahahaha o jeito era encarar.... E, lá estavam eles: gente miúda, delicada!!!!!!!!! Eles abraçaram o João. A Lena chorava. E eu não sabia o que dizer. Não consegui nem perceber se fui analisada dos pés a cabeça. Sei que fui abraçada, e, aos poucos, dentro do carro, fui sendo introduzida nas conversas. Um porém: ainda sofro para entender algumas expressões, palavras... eles falam muito depressa!!!! ahahahahahaha A Lena e familia moram em São João da Talha, cidadezinha que faz parte da grande Lisboa. A partir deste momento fui entrando em contato com arquitetura e estruturas diferente. Comecei a entrar em contato com alguém "um pouco" mais velha que nossos quinhentos anos. Agora, só quero registrar que fui bem recebida, e, aos poucos quero contar o que vi e vivi em Portugal. Posso afirmar que não fui entrando em contato com só pontos turíticos. Conheci sua gente, suas aldeias, pequenas cidades.... fui um pouco mais além do que o turista normal. Se Portugal me aceitou ou não? Não sei, gente! Só sei que adotei Portugal. Me apaixonei!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

Nenhum comentário: