5 de set de 2008

Que faço eu?

Dia 05 de outubro tenho o dever, aliás, principalmente, o direito de ir às urnas e eleger meu prefeito e vereador...
Sentar em frente à televisão e ver aquele desfile de gente estranha, estranhas frases e promessas, ou acusações intermináveis sem o apontamento da solução para o problema? E a solução, de onde deve partir? Para que serve o prefeito? Para que serve o vereador? Encontrarei alguém capacitado, depois que estas duas perguntas forem respondidas.. Então surge outra: bases e diretrizes do partido ao qual são filiados podem mudar depois a postura, o caminho do meu candidato?
Passamos o dia trabalhando, acumulando depois a jornada do trabalho em casa. Mesmo assim, hoje, nesta época, encontro alguém no caminho que aperta minha mão, me expõe suas idéias. E depois, onde vou te encontrar para a gente trocar idéias? Eu continuarei a trabalhar, dupla jornada... E tu, candidato, terás este tempo que hoje tens, de vir ao meu encontro, apertar minha mão, falar sobre o que tornamos melhor e onde podemos melhorar:????
Aí... Eu sou uma alienada!!!!!!!!!!!! Assim como milhões: passo para ti uma procuração, para agires na minha cidade, em meu nome. E depois esqueço teu nome, endereço e já nem lembro qual promessa cobrar de ti............. ..."inútir, a gente somos inúteis..."

Nenhum comentário: