9 de abr de 2010

Urgência II

E... é esta urgência que faz com que autoridades da minha cidade, da tua, da nossa, não ligue a mínima para quem esteja construindo sua morada , não em cima da rocha, mas em cima do lixo. É esta urgência que faz com que autoridades pouco se importam que esteja acontecendo uma debandada geral do interior para as grandes cidades. É esta urgência que faz com que as autoridades aceitem este fato, pois aí mora a mão de obra barata,quase escrava....
É esta urgência que faz com que meu povo use óculos escuros para votar no primeiro que lhes dê falsas esperanças. É esta urgência que faz com que meu povo perca a lingua e esqueça de cobrar a esperança não realizada. É esta urgência que faz com que meu povo fique cego,surdo e mudo... e volta a colocar como seu representante o mesmo que não fez nada. Ou melhor, o mesmo que usou a sua procuração para construir um palácio e fazer um "pé-de-meia" para si.
----é que estou dolorida por ver que aqui as coisas não foram melhoradas, muito menos consertadas depois de um ano do acontecimento das chuvas; por ver que no meu Estado ainda nada ou quase nada foi feito após os temporais. ......dolorida por ver o povo do Rio de janeiro sofrendo....

Um comentário:

Carmem Tristão disse...

Leci, não vou negar: dói muito ver o que está acontecendo. mas vamo parar e pensar: o que o povo esperava ao construir em cima do lixo? terreno invadido e ainda cobrando direitos que não existem???