5 de abr de 2010

Perdão.

Primeiro de abril - fiquei aqui a manhã inteira a ver navios. Me incomodei. Peguei minha bolsinha e fui rodar em outra praça: lá em casa mesmo! Não vim trabalhar à tarde!
Assim, com as orelhinhas baixas, cá estou pedindo perdão por não ter deixado aqui uma mensagem de Páscoa...
Hoje já não é válida. Espero que tenham se lambuzado em chocolates e chocolates. E que, entre perdidos e achados, todos tenham emitido sinais para o reencontro.

Nenhum comentário: