7 de mar de 2010

Para todas as mulheres:

Mulher -Erasmo Carlos
Dizem que a mulher é o sexo frágil Mas que mentira absurda Eu que faço parte da rotina de uma delas Sei que a força está com elas.
Vejam como é forte a que eu conheço Sua sapiência não tem preço Satisfaz meu ego se fingindo submissa Mas no fundo me enfeitiça.
Quando eu chego em casa à noitinha Quero uma mulher só minha. Mas prá quem deu a luz não tem mais jeito Porque um filho quer seu peito O outro já reclama a sua mão E o outro quer o amor que ela tiver Quatro homens dependentes e carentes Da força de uma mulher.
Mulher, mulher.. Na escola em que você foi ensinada Jamais tirei um dez Sou forte mas não chego aos seus pés.

Um comentário:

welze disse...

ele teve coragem de dizer e cantar o que todos os homens já sabiam mas não queriam admitir. feliz nosso dia