2 de mar de 2010

Olha só que lindeza!

Li o recado da Carminha e saí depressa para buscar o meu presente! ...como sou meia saudosista, fui "avoando" de trem! Podia ter encilhado meu pingo e cavalgado pelos pampas, atravessado rios e riachos até chegar lá. Mas, decidi ir mesmo de trem. E fui assim: Trem de Ferro -Manuel Bandeira- Café com pão Café com pão Café com pão Virge Maria que foi isso maquinista? Agora Sim Café com pão Agora sim Voa, fumaça Corre, cerca Aí seu foguista Bota fogo Na fornalha Que eu preciso Muita força Muita força Muita força (trem de ferro, trem de ferro).............Vou depressa Vou correndo Vou na toda Que só levo Pouca gente Pouca gente... -Sei lá...isto me tráz lembranças boas.... acho que é da época em que eu era normalista =kkkkk- a gente qdo estudava literatura também dramatizava textos, poesias..........

Um comentário:

Carmem Tristão disse...

Leci, com você me divirto demais da conta!!!!!