30 de mar de 2010

Mas, por vezes...

... meu pensamento me leva para longe. Eu sonho. Sonho com a casa que quero ter. Onde poderá ser. Como vai ser. E a procuro na internet. Navegando pelo litoral e interior do Rio Grande do Sul, Santa Catarina, Paraná. Por vezes,penso que teria que ser por aqui - aqui temos nossos amigos, nossos lugares. Mas, creio mesmo que quero estar mais perto da filhota - trocar idéias, abraços, aconchegos, tapas e beijos.. ehehe - acho mesmo que ela está muito longe de mim e sozinha. Sonho como o que vou fazer qdo me aposentar - onde e como vou ocupar o tempo.
Sonho muito. Embora no meio do meu sonho uma pergunta surge: com o que sonha o João?? Ele não fala. É como se para ele fosse proibido sonhar ou talvez não queira sonhar ou fazer parte do meu sonho? Olha, dizem que nossos homens vivem no século passado - não acho. Os brasileiros são mais abertos a comunicação entre sexos opostos. Os portugueses ainda navegam em mares muito tradicionais - acho que são do tipo de José, pai de Jesus, retratado pelo Saramago,em seu livro O Evangelho Segundo Jesus Cristo - durões - tem certos assuntos que não gostam de falar ou não admitem que possa ser discutido...

3 comentários:

Soraia disse...

Leci, concordo contigo, sonhar sozinha não tem graça, ainda mais qdo esse sonho inclui a outra pessoa.
Amiga, não desista, caso decida vir para SC, já tem a mim...
Um beijo,
Soraia

Ventania disse...

Por que os homens semmmpre ficam calados nas horas que a gente mais precisa que eles concordem? rs

Eu também quero uma casinha, mas na montanha. Sou mineira, né?!

Me livrai-me de todo mar, amém.

Bjo, Desirée

Marco disse...

Sonhar é algo novo, agradável, bom. A gente se deixa levar pelas ilusões e quando acorda sai correndo para realizar.
Eu sonho diariamente e com coisas novas e não sou como o João e isso já me deixa feliz, rs
Grande abraço