24 de fev de 2010

Desafio do Poema de Despedida.

É um desafio que encontrei visitando esta casa muito especial. É um desafio muito dificil devido ao assunto: Despedida. Pior: Poema. Consigo?
Caminhamos lado a lado
sorrimos, choramos, lançamos olhares atravessados
reclamei, pedi, incomodei. Se ouvi, não sei.
Abracei, beijei. Muitos destes, só na vontade.
Ajudei. Madruguei. Carreguei. Exclamei.
Se ouvi,não sei.
Corri. Busquei. Alcancei. Outras vezes parei no meio do caminho.
Pedi água. Abandonei.
Plantei flores. Pintei.
Se preparei o terreno,não sei.
Sorri. Brinquei.
Caminhei. Pedi colo.
Se carreguei, não sei.
...assim, familia e amigos, num puxa e solta, num bate e volta,
entre tapas e beijos, levamos o ano 2009.
---não empurra! chegamos em 2010,
prometendo a unidade, o sorriso,o dar as mãos...
---não empurra! me dê a mão, me leva junto...
---não empurra! sem pressa, pois acredito ainda termos tempo
de abraçar a compreensão, de buscarmos juntos amores e cores,
distribuir sabores
e fazer uma corrente com outros que estão por perto.
Adeus 2009, de sonhos desfeitos,
de dores imensas.

Nenhum comentário: