11 de fev de 2010

Balada para um louco - Moacir Franco

"Num dia desses ou, numa note dessas
você sai pela sua rua ou, pela sua cidade ou,
ou, sei lá, pela sua vida, quando de repente,
por detrás de uma árvore, apareço eu!!!!!!!!!
Mescla rara de penúltimo mendigo
e primeiro astronauta a pôr os pés em Vênus.
Meia melancia na cabeça, uma grossa meia sola em cada pé,
as flores da camisa desenhadas na própria pele
e uma bandeirinha de táxi livre em cada mão.
Ah! ah!ah! Você ri...você ri porquê só agora você me viu...... "

Nenhum comentário: