29 de set de 2010

Leituras

Por vezes a gente se incomoda com o que lê por aí. Mas, estes mesmos textos tem o dom de poder remeter a um passado gostoso, cheio de graça, risos, festas. Um passado que,embora faça ele hoje parte de textos que visam ofender as pessoas ou reduzir a zero sua massa pensante, é cheio de uma doce liberdade e de vida. Uma vida que muitos não sabem que existe e... que jamais terão a sorte de conhecer. Pena... Bom, um destes textos que li, me fez lembrar da época em que a filhota era pequena. Eu sempre adorei praia, sol. água, areia... Então, lá íamos nós, muitas vezes em excursões promovidas pelo pessoal do nosso bairro... A gente levantava cedinho no domingo: filha pequena, mais uma sacola com toalhas de banho, bronzeador, mais frutas, pão, galinha frita.. e uma cadeira de praia ... kkkkk - na praia a gente só comprava o refrigerante! Assim como eu, lá iam as mães e seus filhotes. Era uma festa!!!!! Festa era chegar e todo mundo querer arrumar um lugarzinho à sombra - sim, pq nossa praia é de lagoa, a Lagoa dos Patos e, temos muitas árvores espalhadas ao longo da praia! Festa era a criançada querer logo entrar na água! Festa era ouvir as mães gritarem: fulaninho, volta prá cá, aí é perigoso! Fulaninho, não entra na água - vc recém comeu! Festa era tentar manter a criançada descansando um pouco após o almoço. Festa era tentar fugir dos pedidos: mãe,me compra um picolé? mãe,me compra um milho verde? Festa era tentar juntar a meninada para voltar para casa!

4 comentários:

Chica disse...

Tão bom poder voltar ao pasado e às doces lembranças...beijos,lindo dia,chica

Bordados e Retalhos disse...

Amiga adorei esse texto e mesmo morando pertinho da praia me reconheci nas mães aí do seu lugar. Obrigada pela visita.Bjs

orvalho do ceu disse...

Olá, amiga
Belos tempos, sabia que atravessava à pé a praia de Ramos limpíssima com minha vovó, mae e tia???
Era uma festa da qual nunca esqueci-me...
Seu post tá lindo!!!
Abraços fraternos

welze disse...

que coisa mais gostosa. que coisa mais rica essas lembranças. deu até para escutar a gurisada brincando.