25 de mar de 2009

Pisando na bola....

Esta esqueci de contar: toda faceira, enviei uma camisa do Grêmio para meu genro que estava de aniversário e uma camisa feminina para a Raquel, pois sei que ela é gremista. Bom, já que lá em Curitiba ela torce para o time do Cézar, nada mais correto do que eu pensar que ele torceria pelo Grêmio, time da Raquel aqui no RS. Ledo engano: ele disse que o Grêmio só trata mal o time dele ; que o azul e branco não combina com o vermelho e preto do time dele... aí, aí... Um dia destes, o nosso vizinho, o Daniel, nos deu camarão para comer enquanto víamos o jogo do timão, no dia seguinte, à noite. Eu lá sabia de jogo. Pesquei o seguinte: o Internacional de Porto Alegre vinha jogar aqui na cidade. Cheguei a conclusão que ele era colorado. aí... aí... Andando pelo centro da nossa cidade, encontrei uma loja legal, a Grenalmania. Tudo o que podes imaginar, em azul e branco ou em vermelho e branco. Imagina: até escapulários! Ou ainda: até cuecas! Comprei uma camisa do Inter, para o Cézar e comprei uma para o Bernardo, filho do Daniel. Um alemãozinho de um ano. Pensei: vai ficar lindinho de vermelho e branco! Sobre o Cézar, ainda não digo nada, pois ainda não enviei a camiseta. Mas, perguntei para o Daniel: - E aí, como ficou o Bernardo de vermelho e branco? -Dona Leci, o vermelho e branco não combina com os olhos dele, que são azuis! Conclusão: o pai é gremista!!!!!!!! grrrrrrrrrrrr aí... aí... Depois dos enta, a gente perde a capacidade de entrar em sintonia com as pessoas e ou perde a capacidade de chegar a conclusões corretas????????????????

Um comentário:

Vívian Freitas disse...

hahahaha!! Adorei esta história!!!
Bjão Leci e parabéns pelo blog. Adorei!!!