25 de mar de 2009

Curto circuito.

Entro em curto, de vez em quando. Imagina - por vezes, gostaria de ter uma casa bonitinha, limpinha, arrumadinha... cheia de frusfrus, rendinhas, crochezinhos, babadinhos, fitinhas. Muitos objetos delicadinhos, em miniaturas. Almofadões, almofadas, almofadinhas, espalhadas por todos os cantos. Janelas enormes, cortinas transparentes para entrar luz. Luz do dia. Luz do sol. Luzes da noite. Flores, muitas flores. E, cada cômodo decorado de uma maneira numa semana e na outra semana, de outro modo. Tipo assim: tudo em tons de rosa, rosa claro, rosa choque, rosa escuro, rosa bebê, rosa em mil tons; em outro cômodo, tudo em tons de amarelo, noutro em tons de azul... e por aí vai. aí.. aí... Sintoma dos enta. Seria capaz de excomungar da casa quem invertesse a ordem de algum objeto ou quem deixasse qualquer migalha no chão. Hum... Não daria certo! Seria uma casa habitada por fantasmas... sem sinal de pegadas, de toques, de cheiros. Teria que andar de pés descalços, etc. Não teria muita graça não!!!!!!!!!!!!

Nenhum comentário: