4 de dez de 2008

Santos existem sim.

Não gosto de olhar as notícias, ler, ouvir... Ainda mais por estes dias. Copiando alguém, digo: Parece que São Pedro está de bronca com Santa Catarina... E quem está pagando por esta bronca é o povo de lá. Já pensou estar sentado, à beira da estrada, pq casa não tem mais, móveis também não, emprego também não, pq as águas não escolheram invadir só os mais pobres ... e alguns, nem familia têm mais...
Mas, quem disse que não temos santos no meio de nós? Somos santos sim, ou procuramos nos espelhar na santidade e dispor do que temos a mais para enviar para aquele povo. É neste momento que sinto a esperança de que nem tudo está perdido. Que nem todos possuem coração de pedra. Que o carinho, amor e solidariedade ainda existe.
Pena que a gente só enxerga as desgraças maiores, e em poucas vezes ficamos sabendo de gente que faz, amenizando situações de dor, desamor, fome de pão e saber que existem no dia-a-dia.
Discordo de Jesus que disse: não deixe a mão esquerda saber o que a direita está a fazer...
Ou qdo Ele diz que a esmola tem que ser dada sem alarde.
Não, não quero alarde sobre esmolas. Esmolas amenizam momentos. Quero sim alardes sobre projetos de gente como a gente. Quem sabe assim, se aprende a cobrar mais dos que elegemos mediante promessa de solução para tal coisa?

Nenhum comentário: