8 de jun de 2011

Sol, claridade

Não consigo ficar muito tempo em alguma casa fechada, onde pouca luz entra, onde o sol não espalha seus raios. Pior - na casa onde estamos morando, no inverno, o sol é quase nada, pois, nos fundos dela ergue-se um depósito com altura suficiente para jogar sua sombra no nosso pátio durante o inverno. Pior ainda - de um dos lados da nossa casa tem uma oficina. Eles estão construindo a casa deles em cima da oficina. Além de estarem me cortando um pouco da luz, estarão cortando a minha maneira de andar dentro de casa - à vontade. Para andar à vontade, terei que manter as janelas e portas fechadas....
Uma noite dessas, trabalhando na cozinha(a porta da cozinha faz frente para a obra), olho prá cima, pela porta e.... vejo do outro lado alguém sentado, cuidando meus movimentos!!!!!!!!!!!! O cão do vizinho. Cão mesmo, não o vizinho hahahahaha!

3 comentários:

✿ chica disse...

rssss...ainda bem que foi o cão,rsrs Também não suporto escuridão.Preciso casa clara e iluminada! beijos,chica

Socorro Melo disse...

Oi, Leci!

Vixi! Ainda bem que foi o cão do vizinho, e não o vizinho cão, kkk

Mas, é horrível mesmo a falta de claridade.

Um abraço
Socorro Melo

Lúcia Soares disse...

Já passei por isso, com vizinhos dos dois lados. Só a parte dos fundos da minha casa é livre de tudo, pois é mais alta. Então, pelo menos lá fico em sossego.
Beijo!