22 de jun de 2011

Grupo de risco

Faço parte de dois grupos de risco. Melhor se fossem "de riso" - mas são de risco mesmo. Não me orgulho nadinha disso. Um é consequencia do outro? Sei lá!
Só sei que existem fatos, atos, que a gente só acredita passando por eles. Por vezes não te parece que aquela fulana que vive apregoando suas dores e pesares, seus cansaços fisicos e mentais não passa de alguém querendo atenção? Ora pois... já pensei muito de algumas mulheres com quem convivi.
Hoje, depois dos cinquenta e alguns, eis que me vejo agindo, falando e pensando como aquelas a quem não dei muito crédito! kkkkkkkkk
Como digo hoje: o que a boca fala, o cú paga. Boca suja? Ora pois, eu num tinha como abreviar esta palavrinha!
Um dos grupos de risco ao qual pertenço e estou querendo cair fora, manda a gente prestar atenção a estes sintomas: sentimento de inutilidade, culpa; pensamento de morte; sensação de perda de energia ou cansaço extremo; dificuldade de concentração ou indecisão; agitação ou prostação; emagrecimento ou ganho de peso e insônia ou excesso de sono. Este grupo é famoso - a tal de depressão.
Outro grupo de risco é meu "excesso de gostosura". Peso "mui" acima do normal. Obesidade.
Então, dentro deste quadro é fácil surgir este pensamento - "Acabo com o excesso de peso, assim que eu sentir-me disposta. Mas, também, para quê sair fora da obesidade se me sinto tão inútil?"
Coisa de cabeça doente... hehehe..
Mas, sempre há uma luz no fim do túnel - consegui chegar até a uma Clínica de reeducação alimentar e dietoterapia.
Remédio para depressão? Já tô cansada das bolinhas cor de rosas!!!!!!!!!

Nenhum comentário: