11 de mar de 2011

Atravessando o Rio Grande do Sul-parte 1

Desde que vimos uma reportagem sobre Yucumã, em Derrubadas, já começamos a programar a viagem. Então escolhemos fazer a viagem no carnaval, pois teríamos feriadão e não somos mais chegados a sambar. Pior: acho que nem temos samba no pé - perdemos pelo caminho kkkkkk.
Claro, fez-se uma listinha do que não poderíamos esquecer de levar. Claro, alguém esqueceu o pós barba e a menina aqui esqueceu o secador de cabelos... E o J não deixou eu levar meu balde com uma enxadinha, uma pazinha - serve para eu colher algumas plantas à beira da estrada e plantar no meu jardim!
Minha gente, amo mesmo é a viagem, o pé na estrada, as estradas, a vegetação, as plantações, o verde dos campos e das matas! Paramos, geralmente de hora em hora, para descansar as pernas, pro J fumar e... fazer xixi! hehehe Paramos também onde tiver algum ponto de artesanato, ou de produtos coloniais, ou de produtos indígenas.
Saímos de casa dia 04 de março, sexta feira, às 14hs. Chegamos em Derrubadas no domingo, às 12horas, mais ou menos. Foram 733 quilômetros bem andados hehehe.... Dormimos sexta em Santa Maria e sábado em Panambi.
Olha só a rota seguida: de Pelotas, passando por Canguçu, Santana da Boa Vista, Caçapava do Sul, São Sepé, Santa Maria, Itaara, Júlio de Castilhos, Cruz Alta, Panambi, Palmeira das Missões, Palmitinho, Tenente Portela... e Derrubadas!
Um "senão" - até Tenente Portela, estrada asfaltada. Até Derrubadas, e depois até o Salto de Yucumã, estrada de chão - pedras, buracos.... Imagina o humor do J!!!!!!!!

Um comentário:

chica disse...

Até aqui já cansei dos mais de 700 km...credo! rsrs vou seguir...