2 de abr de 2009

Atração fatal!

Lá vai a Daiane, a dos Santos... saltitante, buscar o nosso lanche... Eis que de repente, tão assim de repente, na ponta da escada, um ser horrendo, horripilante, tamanho de elefante tenta agarrar a Daiane e subir pela sua perna! E ela, já na defensiva contra tamanho assédio, como disse um narrador, dá um chute no monstro, "com a perna que tinha mais à mão"! ah! ah! E complementa, para horror do espectador - um rato!!!!!!!!!!!
O que aconteceu a seguir é dificil de descrever: o monstro tamanho de elefante, aproveitando o chute "adentra" pela janelinha do caixa - a Simone grita, e, sei lá como, apesar do salto Luiz XV, sobe na mesa. E a sinfonia foi total: aí! um rato! segura! pega! sai da sala! fecha a porta!
E a gravidinha, companheira de trabalho da Simone, nestas alturas já estava longe! Pobre da Érica e do Adriel!
Chamamos o Rogério, que trabalha na balança, para pegar o monstro. Já por estes momentos, a Simone já havia descido da mesa e fechado a porta da sala. O Rogério pega a vassoura - bate aqui, bate ali... e o rato consegue fugir e pular para a sala seguinte - a sala da Marilaine e da Daiane. E a sinfonia do aí, é um rato, é enorme, pega, mata... continua.
Bom, chegamos a seguinte conclusão - o alvo do ratinho era a Daiane. Ela o chutou e ele foi atrás da Simone e da Rosiane. O Rogério bancou o D'Artangnan e defendeu as duas e então ele foi atrás da Daine. Paixão ao primeiro chute!!!! ah! ah! ah!
Só sei que ninguém o encontrou na sala da Marilaine e da Daiane. Deve estar escondido dentro dos arquivos, a espera de uma nova oportunidade!
Imagina só como este ratinho está contente: ele tão pequeno conseguiu provocar pânico e gritos na mulherada! Deve estar feliz da vida, sentindo-se poderoso e quem sabe contando para a sua turma !

Um comentário:

Lily Zemuner disse...

Hey, obrigada pelo recadinho no blog.
Ainda bem que minha (des)organização fez bem a alguém! hahaha...

Fiquei com dó do rato, coitado! Não matem ele não, joga na rua só.

B-jinho.