29 de mai de 2009

Escuta eu!!!!!!!!

Ei cara, já ouviu o som do vento entre as árvores hoje? O som dos pássaros? Já ouviu o riso das pessoas ao teu lado? E o choro do amigo, aquele que precisa de uma ajuda? Sei,ele é um saco,com os problemas dele,mas é teu amigo,te escuta. Não corra, me escuta! Já ouviu hoje o som que emanou do amanhecer, das flores desabrochando? Já ouviu hoje o teu cahorro latindo? Será que ele estava a te avisar de alguma coisa? Se foi... perdestes! O murmúrio das pessoas que passam, ouves? O trovejar, o barulho da chuva,ouves? Responda, rapidinho: ouvistes a vida hoje? Não,não ouvistes nada! Passaram,passastes... Ei,devagar! Não vá tão depressa.Ouve o carro que se aproxima,cuidado!
Talvez seja tarde demais quando tirarem dos teus ouvidos os fones... fones que te alienam do mundo, fones que te alienam da vida...fones que podem te matar...
Escuta eu!!!!!!!!!!!!!!!!!

Médicos... e médicos...

Também há vários tipos de médicos. Escolha o seu, de acordo com as suas dores... Mas, não era isso que eu queria dizer. Quero dizer que há médicos... e .... médicos! Imagina, o médico da minha mãe receitou algo por telefone, nem quis ver a menina,dizendo que era doença da idade. Ontem descobrimos que, de acordo com o último exame de sangue,ele nem viu que ela precisava de remédio para seu colesterol altíssmo, para seu início de infecção urinária... grrrrrrrrr
Só sei que, depois da receita por telefone, para doenças da idade, ela não melhorou. Estava um pouco pior. Se isso pode existir. Lá fomos nós num pronto atendimento. Para não esperar, pagamos a consulta - outro médico (ou médicuzinho) que afirmou ser doença de velho, da idade...mais um remédinho... Isto na sextafeira. Na segundafeira, como o médico dela desmarcou a consulta (graças a Deus), resolvi levá-la em outro pronto atendimento... Só na segunda ficou confirmado - avc, isquemia... Acho até que em dose dupla.... Só que o perigo já tinha passado, sem que soubéssemos... ´Só que este médico queria que ela ficasse em repouso,no hospital,por uns tres dias, não que fosse necessário,mas só para observá-la... Como percebemos a jogada do bicho e dissemos que queríamos ir embora, (ele queria era que pagássemos tudo)ele nos mandou de ambulância até o pronto socorro municipal, sem nos dar nenhuma medicação... Disse que ele não ia dar medicação pq queria que ela fôsse hospitalizada e aí é que iria receber os remedinhos. Chegando no pronto socorro municipal,ao constatarmos que,quarto para a mãe era um sonho a ser realizado só no final de semana.... fugimos! Isso mesmo: fugimos do pronto socorro! Tá louco - deixar minha mãe no meio daquela gente chorando, gemendo,morrendo....
Bom, encontramos um neurologista atencioso, amoroso. Cá estamos,medicadas, com data marcada para inicio da fisioterapia....
Agora, é torcer para que todos os remédios e a fisioterapia façam efeitos: que não aconteça outro avc e a mãe recupere o controle do seu lado direito,mais sua memória......
Tadinha! Tão frágil,como objeto,passando de mão e mão!

Familia...

Contando para atenuar a situação:
Minha mãe tinha uma amiga, a dona Geralda. Como eu "adorava" a dona Geralda! grrrrrrrrr! Ela colocava os olhos na minha digníssima pessoa e já lascava o verbo: -Como estás gorda!!!!
Arre,passei anos a fio ouvindo este comentário! E, qdo eu emagrecia,ela nem "trinta"!!!! grrrrrr!
Agora, a dona Geralda deve estar atazanando os anjos e santos, se eles estiverem gordinhos!! ah! ah!
Não tem coisa pior que alguém nos dizer que estamos gordas! A gente sabe. E sabe... e sabe...
Em vez de ajudarem ,estas pessoas nos dão um empurrão para baixo!
Agora, minha tia Catarina é que ocupou o lugar da dona Geralda. - Leci,como estás gorda! Quase não te reconheci! Onde vais parar??
Aí, meu Deus! Pensei que eu estava livre deste tipo de assombração!
Isso não é nada! Nossa amiga Tânia,também tem essa mania!
Vou armar o maior "barraco" na próxima vez que uma delas disser algo arespeito das minhas formas arredondadas!!!!!!

Quero a minha mãe!!!!!!!!!!!!!!!!

Esta noite que passou, dormi na casa da mamã... Devido aos últimos acontecimentos,não é a primeira vez que faço isso. Deu vontade de reclamar pro meu pai: - Pai, a mãe já não gosta mais de mim! Ela não se preocupou nestas noites que aqui fiquei, se a cama tinha lençol, se os travesseiros estavam com sua capa, se eu não queria mais um travesseiro,se os corbertores estavam alinhados, se eram suficientes aqueles cobertores, se eu não queria um cházinho para dormir melhor.....
Ao contrário, fui eu que fiz isso para ela....
Quero a minha mãe!!!!!!!!!!!

21 de mai de 2009

Dores.

Mas, que é uma coisa chata a gente sentir que uma pessoa amada está em perigo,lá isso é.
Prefiro eu ficar doente.
Vejam outra situação de agitação: domingo à noite,o João engasgou-se com um gole de vinho.
E nada de voltar ao normal. Começou a faltar o ar,sei lá... só sei que eu fui direto pegar a chave e abrir o portão, para pedir ajuda pros vizinhos.... Só que eu já estava a gritar por socorro!
Dã!!!!!!!!!!!

Dizem: mãe é mãe...

Ó xente! Dizem que mãe é mãe. Ninguém fala a respeito dos sentimentos dos filhos. "Craro", assim como existem mães e.... mães, existem vários "moldes" de filhos. Acabo de descobrir que faço parte do "molde" preocupado, fiasquento. Talvez na hora agá eu não saiba que decisão tomar,mas que sei fazer barulho,lá isso sei...
Ao ligar ontem para meus pais, descubro que minha mãe estava com problemas na mão. De acordo com meu pai, ela estava com formigamento na mão, só na mão. Eu já quiz falar com a mama e já fui falando,dizendo prá gente ir ao médico,naquela hora mesmo. E ela dizendo: -Deixa de fiasco,não tô morrendo. E eu falando e ela repetindo:- Cruzes, parece que estou morrendo! Vamos esperar até amanhã de manhã.
Já de manhã estava eu grudada ao telefone, para saber se tinha passado. Aí fiquei sabendo que o pai tinha dado a informação incorreta, que não era formigamento e sim que os dedos da mão tinha ela não conseguia dobrar. Já não sei se foi melhor ou pior esta noticia. Só sei que eles estavam ligando para o doutor deles e que ele pediu para ligarem as 11horas. Bom, pelo menos ela dizia: -Calma,não tô morrendo! Até as 11 e 45 nada de conseguirem falar com o médico. E eu já com a bolsa na mão para ir prá casa, dar comida pros meus cachorros e ir até a casa deles.
Bom, eles conseguiram falar com o doutor Giancarlo. Ele receitou uns comprimidos e que ela fizesse compressas de água morna,dizendo que isto é coisa da idade...
E a minha mãe ainda teve o topete de me dizer que se eu fosse lá ao meio dia, ela ia me bater,pois ela teria a sensação que a gente estava achando que ela ia morrer.
Ora pois... deixa terminar o expediente,isso é,até mais cedo vou sair. Quero ver esta história de perto...

A bolsa ou...

Tem gente que diz: -Eu,usar uma pochete? Nunquinha!
Mas, como a mulherada está sendo assaltada nos bairros da minha cidade, isto é, já é mui comum o aparecimento de ladrões motoqueiros que puxam a bolsa, não importando se te levam de arrasto, resolvi, assim como outras,trocar a bolsa pela pochete. De manhã, não vejo problemas,já que meu percurso é curto. Mas, à tarde,qdo saio do trabalho para treinar para a São Silvestre (hã? ), deixo a bolsa em casa e pego a pochete. Nos primeiros dias, tudo bem. Era só a chave de casa, o celular e um xerox da identidade e uns "reaiszinhos" para qualquer eventualidade.... Passado umas duas semanas,acrescido foi ao conteúdo da pochete uns lencinhos para o caso de outras eventualidades... Mais adiante, o acréscimo foi do cartão de identificação do plano de saúde. Depois, uma caneta. Logo adiante,o cartão de crédito. Puts! Hoje sai com a pochete sobre carregada. Tô pensando em comprar uma pochete maior,bem maior...ah!ah!ah! Que tal?????

12 de mai de 2009

Escrevo...

"Escrevo-te estas mal traçadas linhas, minha irmã.." ah!ah!ah! Só que a canção é lá dos antigamente e ninguém deve lembrar. Em lugar de irmã era: - "escrevo-te estas mal traçadas linhas meu amor, por veio a saudade .... " Lembro que o Erasmo Carlos gravou. Não sei se é dele. Mas, o negócio é o seguinte, como cantava Raul Seixas: "É fim de mes... é fim de mês..." - por isso não escrevo nada ou quase nada por aqui - é fim de mês e a gente tem que terminar de lançar a documentação do mes de abril, conciliar as contas, calcular impostos, montar Balanço, Demosntrativo do Resultado, etc e tal... alé de uma preguicite aguda! O Dia da Mães foi gostoso. Mas falo nisso depois. A Raquelzinha é que diz estar mandando meu presente - coisas assim, tipo Leci ou estilo "perua". Será?????

8 de mai de 2009

Xodó

Esta coisinha aí é o nosso xodó,no momento. Aquece que é uma beleza... Só tem um problema: tem gente sentindo frio além da conta, só para acender a salamandra!
Um dia destes estava chuviscando e levemente fresco. E o João: _Vou acender para ver como ela se comporta quando chove. Ora pois... eu lá tenho argumentos para impedir?
Durante o jantar eu olhei para a Cigana e ela estava a respirar com a lingua de fora,como os cachorros fazem no verão. Disse para o João: _ Olha lá,a tua "cã" tá sentindo calor...
E ele,nem trinta. Lá pelas tantas, estavam ele,o Tareco e o Piruças a curtirem um calorzinho. E eu e a Cigana,na rua "tomando a fresca". ah! ah! ah!

6 de mai de 2009

Resumo de um livro - estudo de um filme...

Este é o resumo de um livro, acho que mais um de auto ajuda, denominado "Como conquistar o poder". Nada original o título do livro. Quem sabe, na hora em que o transfomarem em filme, a história ganhe um título que chame a atenção. Vou ver se consigo colocar em poucas linhas a história. Vou ver se consigo fazer uma síntese: "Em uma galáxia distante, existem alguns planetas, todos eles habitados pela mesma raça. O planeta Goski tomou para si o poder, denominando-se o melhor, o maior,o mais completo em questão de regras, armamento, economia, etc e tal... Os outros planetas baixaram a crista,ou como os cachorrinhos,colocaram a cola entre as pernas e aceitaram a imposição do poder. Por isso, Goski sempre consegue intervir nas decisões internas dos outros planetas e consgue que suas idéias sejam normas de conduta,mesmo que para isso tenha que usar meios nada convencionais, como a fomentação de guerrilhas. Se tiver que "promover" uma guerra, não está "nem aí" para o povo do planeta onde coloca as "patas". Embora o povo de alguns planetas já tenham concluido que Goski é uma "propaganda enganosa", existem outros, em contrapartida, que enviam naves sem autorização, levando seu povo para lá em busca de uma vida melhor. Quanto a isso,Goski já está fazendo de tudo para não deixar o povo de outros planetas por lá permanecer. Já até tentou impor uma "capa" protetora para o seu planeta, mas foi condenado por todos os outros planetas. Goski, atualmente,está um pouco fora do poder, por culpa de uns poucos que lhes estão negando este poder. Entrou em crise econômica, por causa disso. Pensou que com a crise em sua casa afetaria todo o sistema planetário. Mas, alguns planetas conseguiram "dar a volta por cima", mostrando a Goski que ele não é mais o todo poderoso... Não é que o povo de Miski, o planeta em órbita mais próxima de Goski, começou a apresentar sintomas de uma estranha doença, chamada de vírus agaumeneum, que se não tratada a tempo,pode matar? E, se não houver a união do povo,autoridades, etc e tal, a tal doença pode dizimar quase toda a população? Pior: o virus agaumeneum já está presente em outros planetas, fora o Miski. Até em Goski foi comprovada sua existência! Pasmem: de Goski parte o auxilio para Miski e os outros planetas: aparelhos que podem analisar em tempo hábil se a pessoa é portadora ou não do virus agaumeneum e assim tomar as devidas providências para curar. Alguns planetas de reúnem e formam uma aliança, escolhendo alguns representantes para encontrar a resposta para as perguntas: A crise foi "por encomenda" dos dirigentes de Goski? O virus agaumeneum foi criado no laboratório de Goski? Qual seria a real intenção da criação do agaumeneum? Qual deve ser a punição para Goski, se comprovada for sua culpa? "

4 de mai de 2009

Alfaces em vasos...

E,como o sol é pouco na horta, ainda consigo aproveitar o pouco que tem,plantando minhas alfaces em vasos! ah! ah! ah! Olhem só:

Problema sério.

Help-me! S.O.S! O João dá risada, mas é sério o problema!
No verão, nossa horta, nosso pátio, recebe a luz do sol até em demasia. Mas é fácil contornar o problema: plantas que dão sombra,como a videira, e outras tantas.
Mas,no inverno, a nossa horta não recebe quase nada de sol. É pura sombra! E, não tem como eliminar a causa das sombras - pois são as casas dos vizinhos.... Já pensei seriamente em pegar uma ferramenta qualquer e destruir a parte da casa do vizinho que deixa nossa horta sem sol!
Já pensei em mil e um plano para fazer um "desvio" de raios solares e fazê-los ir até a horta....
Mas,não consigo... não consigo achar a solução. E agora, quem irá me socorrer? Ainda existe o Chapolim Colorado?
Se alguém puder ajudar.... aceito!!!!!!!!!!!!
Olha só: estas são as couves e alfaces que plantamos dia primeiro de maio:

Quem avisa..

Dizem que quem avisa,amigo é. Ora pois... Minha mãe é uma sogra muito boazinha. Ela avisou o João: _Qualquer dia esta mulher vai começar a ocupar a casa com as flores..
Não é que eu gostei da idéia???

Jardins da Babilônia!

Estou construindo os "jardins suspensos da Babilônia" lá em casa... Terão que ser suspensos pq meus cãezinhos adoram brincar com a terra dos meus vasos,além do Piruças adorar comer flores! Por enquanto estão mais ou menos. Aos poucos vou arrumando. Só que eu não queria nada convencional.... Estou buscando idéias no http://www.blogcheirodemato.com.br/ - bolas,acho que preciso mais espaço....

Antenas ligadas...

Patrão espirrou. Já fiquei ligada.. É que ele chegou a semana passada, do "xterior"...

Uma odisséia...no calçadão!

Querido diário: dia 02 de maio, decidi fazer umas visitas às lojas do calçadão...
grrrrrrrrr!!!!!!!!!
Fui a procura de alguma coisa para vestir, já que o virus encolhedor fez um estrago tremendo no nosso roupeiro.
Entrei em uma loja. Peguei seis pares de calças com o número tal. Ah, queres saber o número? Não digo, não digo,nem que a vaca tussa! Não serviu nenhuma. E maior não tinha.
Entrei em outra loja. A mesma história.
Entrei em outra loja. Nada, nada que me servisse... Entrei em pânico. Deu vontade de chorar. Me atirar no chão.
Gente, eu também sou mãe. Eu também quero me vestir bem, quero me dar presentes. Tá certo, também sou sogra. Mas não é pq sou sogra, que devo merecer este castigo! Ó céus, ó vida! Prometo ser uma sogra boazinha!
Graças a Deus, na quarta loja achei coisas interessantes!
Cheguei em casa "p" da vida!

01 de maio

21hs e 30 min: _ Mãe,como foi o teu dia? O que estás fazendo? -Era a nossa Raquelzinha ligando,lá de Curitiba..
Bom, eu estava colocando roupa na corda. Passamos bem o dia do trabalhador:
Plantamos couve manteiga.
Plantamos alface.
Lavamos a garagem.
Consertamos o suporte da máquina de lavar louça.
Fizemos um suporte para a fritadeira.
Limpamos a casa.
Fizemos pão.
Fizemos um sopão, com tudo o que tinhamos direito,para saborear durante a semana, à noite.
Passamos uma tinta no cabelo.
Quer mais????
Para encerrar, tomamos cervejinhas.... para comemorar o dia do trabalhador.

Suicidio!

Esqueci de contar: suicidei um ratinho na semana passada! ah!ah! ah!

Ele estava na lixeira, lá na nossa cozinha.

Na primeira hora da manhã da última quintafeira, uma das meninas tocou os sinos: um rato! um rato!

Fui olhar: um pequerrucho. A ordem era: mata,mata!

Olhei para ele: não tive coragem! Ele olhou para mim e sussurou: -Me atire pela janela,eu me viro...
Ora pois: peguei a lixeira e virei a dita na janela.
Acho que ele se deu bem. Daqui a alguns dias,provavelmente, ele retornará...