2 de jun de 2009

Meu "paipai"...

Nosso pai é do tipo antigo,... eh! eh! Não digo isso pq ele tem 86 anos. Deixa eu ilustrar: eu sempre tive medo dele, e , quer queira,quer não queira,lá no fundo, ainda tenho. Sua palavra sempre foi ordem. É do tipo: homem que é homem trabalha dia e noite para suprir as necessidades básicas da familia; homem que é homem não chora; homem que é homem controla toda a familia, tanto sentimental como controle financeiro... etc e tal... Mas, eu respeito muito meu pai - por sua experiência, sua coragem de enfrentar as dificuldades da vida, seus sonhos realizados, seus sonhos não concretizados. Agora, com a doença da mamã, ele está tentando superar suas dores, sua solidão. Dá uma peninha dele! Hoje,enquanto eu fazia almoço para nós, ele chegou pertinho de mim, desabafando suas dores, sua ansiedade em saber se logo logo a fisioterapia daria resultados. Entre outras coisas, uma queixa: - Tu vê,todo mundo liga para saber da tua mãe. Só a tia Tôca (é o apelido de uma tia minha) não ligou. Apesar de que, algo acho que aconteceu entre a tua mãe e ela, pois elas eram tão amigas em solteira e depois de casada, a tua mãe meio que cortou a relação com ela. Não sei o que houve.
Depois de tanto tempo,na memória ele foi pescar algo bem antigo...

Nenhum comentário: