28 de fev de 2011

Carnaval

Com março, este ano, também vem o carnaval. Quem sabe uma chuva por aqui? Ora pois, aqui, sempre chove nos dias de carnaval! Alguns anos atrás eu gostava muito de carnaval - não de ver escolas de samba e sim os blocos burlescos - os blocos em que homens saem fantasiados de presidente, médicos, etc - sátira aos acontecimentos do momento. Neste ano, claro, há que aparecer muitos Tiriricas, Dilmas...
Também eu gostava muito de assistir o concurso de marchinhas de carnaval.
Já não gosto mais. Nem sei se não gosto ou se não tenho mais ´pique para isto! Só sei que todas as canções antigas de carnaval ainda sei cantar! Hoje prefiro ficar em casa, plantando, criando alguma arte, conversando com o João, assistindo algum filme...
Este ano vamos fazer algo diferente - visitar Yucumã, em Derrubadas, no RS.

Final de fevereiro!

Ufa! Prá meninas como eu, é bom que o fevereiro esteja no final. Que venha o março! Março, de temperaturas altas, mas que tráz consigo o inicio do outono! Outono. Com ele, alguns dias de temperatura amena. Então, andarei mais rápido e mil idéias irão germinar! Por falar em germinar, sei lá o que acontece comigo neste verão - nenhuma flor que semeei germinou!
Ops! Com o março também vem o programa do Leão - a declaração de imposto pessoa física!
Faço sim. Mas, só as declarações sem complicações - nada de muitos bens, muitos ganhos. Este tipo, eu não faço. Pq não faço? `Pq são gente que não gostam de pagar. Então, eu faço as simples e cobro ou uma caixa de bombom, ou uma melancia! kkkkkkkkkkk
Tá bem, tá bem... é por isso que sou pobre!

Ditos do João:

-Obrigada, amor, pela ajuda. -Não há de quê. Na próxima, não me incomodes!
-Raio do cão! Está lá sentado, guardando o osso, com olhos de mafioso!
_Parece-me que alguns tem diarréia mental! (isto a respeito de um atendente, no banco, por não aceitar a decisão tomada por outro a respeito de entrega de documentação)

Não sonhe muito

Por vezes a gente acha que não tem nada para dizer a outros. Por vezes a gente cala prá não ser chato, outras, porque existe uma verdade - um tapa dói, mas não adianta avisar - só quando se leva o tapa é que a gente aprende. Mas, ainda existem alguns que se avisados, mudam a direção. Então eu deixo aqui meu recado - sempre sonhei muito e tentei realizar meus sonhos através de outras pessoas. Hoje, parece-me que ser uma mulher com mais de 50 já impede a realização de alguns sonhos. Não sonhe demais. Sente-se. Ponha-se a planejar. Realize.
Se eu tivesse sentado, ou se eu tivesse, há alguns anos atrás um companheiro, hoje teria realizado o sonho da minha casa!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

Pé de Anjo lembra...

Pé de Anjo, no verdadeiro sentido, lembra minha Raquelzinha. Ela tem um metro e setenta e alguns, mas calça o número 36!!!!!!!!!!!! Lembra que, em uma certa época, eu lia muito os romances, que não sei se ainda existem, da Sabrina, Bianca e Júlia. Só sei que as heroínas eram mulheres altas, delgadas, cabelos longos e loiros, pés pequenos, mãos delicadíssimas.... E eu era tudo ao contrário! Afe! Como eu invejava estas moças!!!!!!!!!!!!!!!!!!!
Invejava e ao mesmo tempo sonhava ser uma delas.
Ora pois.... quando a Raquel nasceu, e durante o seu crescimento, pude notar que ela tinha umas orelhinhas pequenas e perfeitas, pés pequenos e delicados, mãos de finos dedos.... Compensação????

Pé de Anjo!!!!!!!!!! De novo?

Neste sábado, pela manhã, deram-me motivo prá ir "à cidade"! Precisava comprar um presente para o nosso pequeno vizinho, o Bernardo, que completou tres aninhos. Imagina soltar uma mulher e um cartão de crédito numa cidade em que a propraganda é "Liquidação"! kkkkkkkk É um estrago, um arraso. Seria bom demais se estivesse comigo a filhota ou a mana. Teríamos entrado em tudo quanto é loja! Se bem que esta tal liquidação é um engano sem fim. Mas, me engana que eu gosto!!!!!!!!! Adoro o apelo: de R$ 69,90 por R$ 29,90! hehehe.... Qual mulher não gosta????? Aproveitei para entrar em uma loja de calçados. Deus meu, qto calçado colocado à disposição, separado por numeração e com valores que faziam bem aos olhos e ao bolso... Mas, eu sou Pé de Anjo. Procurando pelo meu número, quase não encontrei nada! Já fiquei de cara no chão e já fui logo reclamando: - Pq tem mais numeração baixa, como o 34, 35 e 36 em liquidação? Pq não tem o meu número? Não exite pé grande nesta cidade, a não ser euzinha???????? E a vendedora, menina calma, de fino trato vai logo respondendo: - Não é assim, minha senhora. Os que estão em pouca quantidade, à venda, é pq são os mais vendidos. Diga-me qual o seu número e vamos lá que eu ajudo a senhora a encontrar calçados bons, bonitos e baratos.... BBB... este bêbêbê eu amo!!!!!!!!!!!!!

23 de fev de 2011

Coisas contábeis

Eis que no inicio do ano devemos preencher um programa liberado pela Secretaria da Fazenda, a Guia Modelo B. Estes dados servem para determinar um percentual de receita para os municipios. Ali deve constar o total das nossas vendas, bem como este total separado por destinatário. Também deve constar o total das nossas compras, e este total separado por emitente, etc e tal... É uma trabalheira sem igual. Só que de alguns anos para cá eu não estava fazendo mais isso. Este ano toca para mim, na divisão de tarefas que fizemos para podermos deixar a nossa gravidinha em casa. Sabeis vós... hehehe... que eu sou avessa a passar tabalho. No meio de tanta tecnologia pq vou passar trabalho???? Ora, ora... comecei a "fuçar" no Programa de Livros Fiscais. Mexe aqui, mexe ali. Tudo em nome da boa preguiça. kkkkk...
E não é que eu descubro que o dito programa tem ali campos onde eu encontro os dados tudinho, tudinho ? Separadinho, somadinho... só faltando exportar para a Guia Modelo B!
É por estas e outras mais que eu disse:
-Se existe pessoa prá quem eu tiro o chapéu, é prá mim mesma!!!!!!!!!!! kkkkkkkkk

Inicio

Contabilmente, adoro final de ano, inicio de novo ano. Tempo de encerrar as contas de resultado, determinar lucro ou prejuízo, montar o Balanço, emitir os razões, balancetes.. Tempo de muito trabalho e pouco tempo para a mente andar vagando por aí. Tempo de fazer a Dirf. Tempo de renovar os alvarás da empresa. Tempo de receber na empresa o pessoal da Prefeitura, dos Bombeiros - todos em busca de algum item fora do lugar prá "lascar" uma multa, antes de liberar as licenças de operação.
Bom, o bom disso é a gente entrar em contato com pessoas diferentes. Uns, a gente tem vontade de bater na cara, atirar pela janela. Outros, de uma simpatia sem par, que dá vontade de beijar!
Buenas, cá estiveram a equipe dos Bombeiros. Um simpático. Outro desaforado. Então, quando foram embora, minha amiga Lizete faz a observação:
_Que cara nojento aquele que estava perto de ti. Acho que ele era o chefe.
Eu pergunto: _Como deduzistes que é o chefe?
_Ora, responde a Liz, devias ter olhado o uniforme dele - tinha mais etiquetas que o do outro!
-----------------etiquetas? kkkkkkkkkkkkkkkkkkkk............. será que vinham acompanhadas do código de barra? ------------- -

Dançando

Queria que fosse "Dançando na Chuva"... mas não vai dar!
"Chove chuva, chove sem parar"
Chuva leve. Espero que seja prá ficar.
Que venha prá molhar o meu jardim, adoçar a minha melancia...
"Chove chuva. Chove sem parar
eu aqui tenho o meu guardachuva
e não vou poder me molhar"..
-- snif, snif... buá

22 de fev de 2011

Cidade minha

Acontecendo por aqui: um novo golpe - pais ou mães com filhos pedindo para usar o banheiro de sua casa. Assalto. Eles visam residencias de aposentados.
Vou deixar a contabilidade de lado. Vou partir para novos negócios. Talvez mais lucrativo, pois cobrarei da Prefeitura Municipal. Imagem só - aqui ainda existe muitas charretes que fazem serviços de entrega ou recolhem lixo e, está para ser aprovado um planonãoseideque em que os cavalos terão que usar fraldões, para não sujarem a citi! Ora pois, já convidei o João para comprarmos uma máquina de fazer fraldas.

"Código da Vida"

Acabei de ler "O Código da Vida" , de Saulo Ramos - escritor, jurisconsulto. Não, não estou falando palavrão! Vai olhar o Dicionário, vai! hehehe.... Bom mesmo é fazer uma pesquisa no tio Google sobre o Saulo Ramos. A partir de um caso judicial, ele conta sua v ida e fatos que marcaram a nossa história. No inicio, até sono me deu. Depois, quando ele começou a falar sobre fatos mais recentes, eu acordei de vez. Acabei gostando muito do livro. Recomendo. Com alguns "apartes":
primeiro - tem algum políticos que ele defende e, na visão dele estão acima de qualquer suspeita, e eu não concordo. Mas, como dizem, ninguém é obrigado a dizer amém a tudo! Vale para colocar um ponto de interrogação e voltar a estudar a história de novo!
segundo - depois que terminei de ler, tomei a seguinte decisão: vou comprar um pedacinho de terra longe de tudo e de todos e fundar o meu País, pequenino e talvez fácil de traçar seu destino ... ou... vou levantar a seguinte bandeira: "vamos dividir o País"! Quem sabe em "porções" menores, a "roubalheira" seja de fácil controle!
terceiro - todo e qualquer livro deve ter na capa a foto do seu escritor! Ora pois, eu li e li... e fui fazendo um desenho mental do sr Saulo Ramos. Fui procurar informações na rede e,... ops! a imagem que eu fiz dele não era aquela!

Sumi? Desapareci?

Gracias às meninas que enviaram e-mail. Eu sumi, desapareci por causa do calor, da preguicite aguda, da falta de inspiração. No verão sou bicho preguiça. Mas, cá estou com uma dúvida tremenda - eu li um artigo do Daniel (aconselho a passar por lá e ler o "Escrito nas Estrelas"), onde ele fala sobre os fuxicos a respeito das datas corretas dos signos. Minha dúvida quase se torna certeza - o que aconteceu para gerar esta mudança de data foi o aparecimento de um novo signo, este que estou vivendo - sob o signo da preguiça! E, se eu estiver errada, terei que sair por aí, "em busca do meu signo perdido", prá ver se volto ao normal!!!!!!!!

Sou bairrista sim, e daí?

Uau!!!!!!!!!!! E não é que nós íamos saindo do restaurante em Caçapava e eu vejo este carro aí da foto? É o carro da equipe do Joca Martins! Fiquei que nem uma adolescente, olhando cá, acolá, prá ver se encontrava meu ídolo! hehehe.. Raquel, lembra do autógrafo do menino da Familia Lima? hehe Se tu estivesse ao meu lado neste dia, já teria te enviado a procura do Joca Martins! kkkkkk. Confesso: eu sou bairrista! Fico louca prá sair correndo e pedir autógrafo e tirar foto com o "meu" pessoal - Familia Lima, Joca Martins, Vitor Ramil, Kleiton e Kledir, Luis Fernando Veríssimo, Moacir Scliar, André Macedo... Estes são alguns deles.

E o Liedson, o Levezinho? Adorava ver o Liedson jogar no Sporting! Mas, devolveram o cara! Mas, ainda não sei porque as meninas riem muito quando eu digo que sou contra os estrangeiros! Alguém pode me explicar?

OPS! PQP! Alguém me explica pq tudo ficou sublinhado e eu não consigo mudar?

Entre o verde

Consegues enxergar ilustre figura em um pequeno galho verde??????

Por aí, no meio do nada..encontrando tudo!.

Adoro andar por aí, por "caminhos nunca dantes explorados"... hehehe ...(por nós, é claro!). É uma maneira de pintar os olhos e a alma com a paz do verde dos campos, das plantações. Também é um meio de ter a certeza da imensidão do nosso País. Então a gente acaba tendo uma visão da nossa pequenez... pois é como que cada cidade ou povoado fosse um imenso formigueiro, e nós as pequenas formigas - muitas das quais não tem nem idéia da real existência de algo mais além de seu formigueiro! Uma ponte, entre Pelotas-Pinheiro Machado e Pedras Altas. Afirmação de um caminho muito pouco utilizado.... Motivo de susto pro João!
Caminho entre Pedras Altas e Herval. Só a estrada, o verde... nada mais, nada menos!
Ponte em Arroio Grande, depois de Herval. O João fica "encantado" com tanta segurança!
Uma pausa para o café... Claro, nós somos autênticos farofeiros - sempre paramos nos caminhos por onde andamos e tomamos um café! Qualquer dia destes levo junto o pão, linguiça...
Entre Pelotas e Caçapava do Sul.... A menina aqui está com cara de assustada pq vá que o moço, dono do Galpão pensasse que ela fosse um "bacon ambulante"?
Que churrasco delicioso comemos aqui neste restaurante, em Caçapava!
Estas fotos são do interior do Galpão do Produtor Rural. Tem tudo isto e mais um pouco! Ainda bem que o pessoal não aceitava cheque e nem trabalhava com cartão! hehehe....