31 de jan de 2011

Por aí, em São Leopoldo

Domingo fomos ao Zoológico, em São Leopoldo. O parque é lindo! Lindo para levar a familia e fazer um churrasquinho! Prova disto é esta foto que mostra uma parte do pessoal que lá estava em busca de sombra e água fresca. Já faziam uns vinte e poucos anos que por lá eu não chegava!
Olha que maravilha! Pior é que esqueci de levar o chimarrão. Já pensou sentar por ali, tomar chimarrão e jogar conversa fora? Outro lugar lindo! Este é o típico lugar que me faz sentir frio na sola dos pés e faz com que a palma das mãos fique molhada! Uma passagem estreita, onde dá para ver a altura pelos lados protegidos por uma telinha e, se não bastasse isso, dá para ver lá embaixo por entre as tabuinhas da ponte... ó céus, ó vida!
Me apaixonei por este "gatinho"! Comecei a falar com ele e ele começou a me olhar com aqueles olhinhos de quem é um coitadinho!! Quase o coloquei na minha bolsa! kkkkkk Não encontramos muitos animais por lá. Já não é o mesmo zoológico de alguns anos atrás! Não encontrei o hipopótomo - no mínimo foi para um spa e não me avisou! O urso de óculos não estava - devia ter ido ao oftalmologista! Tinha um bicho branco por lá que devia ter ficado invisível, pois era só o nome na plaquinha! E as girafas? Onde estavam? Bom, para compensar toda esta falta, chegamos em casa com algumas coisas compradas no caminho!!!!!!!!!!

Dietas - fácil?

Iniciei a minha. Se bem que os primeiros passos eu já havia dado. como contei na postagem anterior. Meu caso é um pouco sério. Já na faixa das obesas. Não, não venham com esta de tudo ser simples, bastando fechar a boca. Não é não. Para quem diz que é assim tão fácil, eu me torno uma pessoa muito má, chagando a desejar que passe pelo mesmo dilema. Tudo é fácil para quem nunca viveu este problema... Meu caso é sério - quando deixo de me amar, quando cultivo algumas minhocas na minha cabeça, eu como... e como... e como... principalmente doces.
Bem, cá estamos - procurando sair desta floresta negra. Estou no começo, caminhando, eliminando doces... e de braços dados com a minha fruta predileta, a melancia... hehehe....
Minha meta é eliminar até o final do ano dois quilos por mes. Dá para ser mais?
Agora vou visitar minhas amigas, tentando eliminar minha preguiciti aguda. Vou aproveitar que hoje não tenho trabalho nenhum a fazer. Vou também visitar os blogues que fazem parte da dieta coletiva, em busca de idéias...

28 de jan de 2011

Dieta Coletiva

Ok, ok!!!!!!!!!! Estou fazendo parte do grupo da Dieta Coletiva. Tá bem. Tá bem: eu e minha balança não somos lá muito amigas... Desde o dia em que a comprei, até hoje, só a usei uma vez, e foi no dia da compra. Depois a deixei lá no canto, de castigo, pois ela foi muito dura ao mostrar a verdade! hehehehe Bem que ela podia ter sido mais simpática, ter inventado uma pane na hora de mostrar o resultado! Ok, ok... tenho que confessar o seguinte - desde o dia 09 de janeiro eu comecei a caminhar, por enquanto só 20 minutos por dia, aumento a partir do momento em que eu achar que posso mais. Portanto, já dei meus primeiros passos antes mesmo de conhecer o grupo.
Caminhar e comer a minha fruta predileta, substituindo alguns jantares, já me fez sentir alguma diferença no meu "barrigon". Só não tive coragem de enfrentar a mensagem nua e crua da minha balança.
Minha fruta predileta??????? Gente, minha gente! Não conheço a tal mulher. Mas posso afirmar que, a verdadeira Mulher Melancia sou eu!!!!!!!!!!!!!!! Sou apaixonada por melancia. Tão apaixonada que tenho no meu quintal uma "plantação" de melancias... hehehe... Vejam só, como são lindinhas!!!!!!!!

Cigana.

Eu tenho uma "cã". Quer dizer, eu tinha uma "cã" de nome Cigana, uma mistura de pastor alemão com viralata - ela tinha o tamanho de um cão pastor alemão e tinha uma capa preta em seu dorso. Eu amava a cachorrinha. Ela teve cinomose no inicio de sua vida. Fizemos o possível e impossível para ela sobreviver. Só que ficaram sequelas. Não físicas, não visíveis. Ficou nela algo estranho - em algum momento, bastando uma pequena provocação, ela atacava os outros cães. Ela matou a Flor, outra cadelinha. Atacou outro cãozinho que entrou no pátio. Ela foi castrada. Ela estava tomando remédios homeopáticos, para amenizar seus instintos. Mas, ontem ela atacou o Piruças. Já era a terceira ou quarta vez. E quase acabou com a vida dele. Doeu meu coração. Ainda dói. Mas foi preciso enviá-la para longe. Espero que ela esteja bem, no céu dos cães...., e que nos perdoe.

Verão

Cada louco com suas manias. Esta louca aqui não gosta nadica de nada do verão! Sei, sei... verão é vida, é calor, praia, cerveja e... suor! Mas, eu fico com "preguiciti aguda" no verão. Melhor: sou o verdadeiro bicho preguiça. Procuro ficar no mesmo galho, o dia inteiro, de preferência onde tenha ar condicionado. Não me sinto à vontade para fazer nada - toda ação gera suor. Então eu me recolho ao meu galho, faço o mínimo de movimento possível ... e espero o verão passar. Lá pelo mês de maio e junho é que vou "cheirar o ar e me movimentar". Sou um urso ao contrário - é no verão que vou hibernar!

.....................portanto, cá estou no meu galho, só olhando vocês............................

21 de jan de 2011

Para 2011

Tenho lido no blogue das meninas uma pequena relação de intenções de mudança ou uma carta de boas intenções para 2011. Faço isso todo santo ano. Escrevo as minhas intenções. E o tempo passa e eu não leio o que escrevi...
Por isso, em dezembro passado, tomei uma decisão - não vou escrever, vou fazer algo a respeito, para que eu veja ou ouça! E acabei batizando de "más intenções".
Parte destas más intenções : eu entro no quarto e ouço
-Psiu! Vem cá!
-Não, agora não tenho tempo!
-Tem tempo sim. Estás é com medo!
-Medo, eu? Mulher macho tá aqui!
-Então, sobe em mim, vai!
-Agora não é hora.
-Sempre é hora. Qualquer hora é hora.
-Cala-te!
E saio, batendo a porta... deixando minha querida balança a me olhar e chamar. (me dei de presente de Natal uma balança, daquelas que se usam no banheiro)
Viu só? É má intenção mesmo! Já pensou ter que enfrentar a esta "coisa" todos os dias a me cobrar uma atitude????????
Vou ser obrigada a participar do projeto que as meninas se enganjaram - a dieta coletiva...

Nossa vida com o patrão.

-O senhor está bem? Está doente?
-Por que perguntas?
-Nós notamos que o senhor emagreceu bastante!
-Sabe que eu fiquei preocupado com este emagrecimento e fui fazer alguns exames? Graças a Deus o doutor disse que não era nada - só uma má alimentação!
-O senhor não estava se alimentando direito?
-Olha, hoje até fiz um feijão com arroz! Mas, eu não tomo café da manhã nem janto. Eu só almoço.
-Só almoça?
-Sim. Salada de alface, duas fatias de pão preto e, ou uma lata de atum ou dois ovos cozidos.
-É. Uns comem vento e outros comem tudo. (pensei em minha rica pessoa que está mais para hipopótomo do que para gente!)
-Vocês é que tem mania de comer! Pensa bem, não comendo a gente não gasta com a compra de alimentos, com água e temperos prá preparar... a gente não comendo não precisa gastar com regime, nem gastar papel higiênico, nem água prá dar descarga no vaso!!!!!
--------------------------------este é o nosso patrão!

Salvação?

Minha mãe, católica fervorosa, sempre dizia e ainda diz, do alto dos seus 82 anos que, quando acontece algum fato estranho, mas bom, é que alguma alma vai ser salva do purgatório.
Ora, ora... acho que algumas mil almas serão salvas, porque nosso patrão nos deu 10% de aumento!!!!!!!!!!!!!
Espontâneo??????????????? Sim, foi por livre e espontânea... pressão!

20 de jan de 2011

Quem imaginaria???

Há uns poucos anos atrás, via TAP, recebi um europeu. Embalado prá presente! Só faltava a gravata!
Hoje, o cara anda por aqui, estilo "sem lenço e sem documento", aprendendo como era viver na "era das cavernas"...

Sitio das Artes

No último fim de semana fomos procurar um bom lugar para refrescar a mente e o corpo. Fomos "farofar" - hehehe - no Sitio das Artes, à beira do Arroio dos Kaster. Mas, olhem bem a foto: este é o arroio - só pedras. Água mesmo.... pouquíssima!!!!!!!!!!!
Bom mesmo foi deitar por aqui e ouvir o canto dos pássaros, o canto das cigarras e o murmúrio das águas entre as pedras...

Chuvas - Extremos

Passei uns dias sem aqui chegar. Ainda bem que o texto da Blogagem Coletiva proposta pela Nilce estava já pronto, programado... Durante estes dias não visitei ninguém. Não senti vontade de escrever. Não encontrava assunto. Meu coração estava dolorido vendo as perdas do meu povo. Minha gente perdendo a familia, a casa, o emprego, devido as chuvas. Ainda me pergunto de quem é a culpa. Ainda me pergunto de onde minha gente vai tirar coragem para recomeçar. Ainda me pergunto o que eu faria nesta situação. Acho que eu não teria coragem de recomeçar lá, no mesmo lugar.... Mas, não tem como deixar de ressaltar o bom coração do meu Brasil - a mobilização para ajudar é de âmbito nacional. Tomara que os preparativos para o carnaval não nos façam esquecer de acompanhar e cobrar soluções para este povo!!!!!!!!!
E voltando a falar em extremos: todos os dias, meu povo daqui acorda bem cedinho, olha para os céus e diz, cheio de esperança: -"Acho que hoje vai chover!" E o dia passa e a chuva não vem. E as autoridades publicam fotos e falam que estamos preparados para receber as chuvas... E os dias passam.... E a chuva não vem!!!!!!!!!!!

18 de jan de 2011

Aniversário da Nilce Guerreira

Bom dia, gente boa! Hoje o Blogue da Nilce está de aniversário! É jovem! Está completando um aninho!!!!!!!!!!!!! Parabéns, Nilce!!!!!!!!!!!!!! Um aninho distribuindo muito amor, muito carinho, muita simpatia! É por isso que hoje faço parte da Blogagem Coletiva - "Minha Declaração de Amor". Uma maneira de espalhar amor, incentivados pelo blogue da Nilce. Nilce: amo visitar teu blogue! - "Minha Declaração de Amor" - Em 2008, eu trouxe meu blogue lá do Uol para cá. Trouxe também algumas postagem feitas por lá. Entre elas, está uma poesia que coloquei em setembro de 2005 no Uol, e, aqui, em 03/07/2008. É uma poesia que relatava o que eu estava sentindo pelo João e, que hoje, ainda retrata o meu coração...
03/07/2008 Amor aos cinquenta.(02/09/05) .Qual coisa é essa
que de modo sutil se apresenta
dentro de mim começa
e todo o meu ser esquenta?
De repente, vai surgindo, devagar, de forma lenta, aos poucos vai me invadindo, como o nascer da tormenta...
E a isso vou sucumbindo.
Meu coração não aguenta,
as forças me vão sumindo,
nesse amor aos cinquenta.
Amor maduro, amor infindo que a tudo corrói, violenta. O corpo vai consumindo e o coração se arrebenta.
Mas, ainda assim é lindo..
.esse sentir que atormenta,
a vida vai ressurgindo,
nesse meu amor aos cinquenta!!!!!!!!!!

13 de jan de 2011

Pescaria

Ontem:
-Neste fim de semana vou pescar.
-Com quem:?
-Com os amigos!
-Que dia?
-Eles vão sábado de manhã. Vão fazer churrasco..
-Churrasco de peixe?
-Não! Eles dizem que peixe mesmo só no domingo.
-Então vais passar a noite?
-Tô com vontade, prá saber o que fazem lá... Ficas chateada?
-Claro que fico chateada! Se fôsse a trabalho, eu entenderia! Mas eu vou passar um fim de semana sozinha! Não gostei! Depois, se um dia destes eu resolver sair num fim de semana com minhas amigas, vais aceitar?
...... Já sei, eu sou má... não deveria ter falado nada! .....
Hoje:
-Vou arrumar a churrasqueira prá domingo fazermos um pic-nic.
-Mas, se vais passar a noite pescando, domingo vais estar cansado!
...e eu já de sorriso de orelha a orelha...
-Só vou ficar durante o dia de sábado. Fiquei pensando e sei que vou sentir saudades da casa e dos cães!
...terei que avisar a Lizete que não tenho desculpas prá ir na sua festa de 50 anos, onde vai ter stripers, daqui a cinco anos!

Extremos

Lá, chuva, deslizamentos. Minha gente soterrada, casas e carros levados pelas água. Minha gente sendo levada pelas águas. Imagens terríveis. Imagens que machucam o coração.
Cá, minha gente sentada em frente a televisão, esqueléticos, desejando parte da água de lá. Minha gente morrendo de fome e sede, junto com sua plantação, seu gado. Terra seca. Água dividida. Pingo de água caido e recolhido....
Passa a chuva e vem o tempo seco. E a minha gente de lá continua sua vida normal. Vivendo, antes que novas chuvas venham a ceifar suas vidas.
Passa o verão e vem as chuvas. E a minha gente daqui continuará sua vida normal. Bebendo todos os pingos de chuva, à espera da nova seca.
Metade - Ferreira Gullar Que a força do medo que eu tenho, não me impeça de ver o que anseio. Que a morte de tudo o que acredito não me tape os ouvidos e a boca.
Porque metade de mim é o que eu grito,
mas a outra metade é silêncio...
Que a música que eu ouço ao longe, seja linda, ainda que triste... Que a mulher que eu amo seja para sempre amada mesmo que distante.
Porque a metade de mim é partida,
mas a outra metade é saudade.
Que as palavras que eu falo não sejam ouvidas como prece e nem repetidas com fervor, apenas respeitadas,como a única coisa que resta a um homem inundado de sentimentos.
Porque metade de mim é o que ouço,
mas a outra metade é o que calo.
Que essa minha vontade de ir embora se transforme na calma e na paz que eu mereço. E que essa tensãoque me corrói por dentro seja um dia recompensada.
Porque metade de mim é a lembrança do que fui,
a outra metade eu não sei.
Que não seja preciso mais do que uma simples alegria para me fazer aquietar o espírito. E que o teu silêncio me fale cada vez mais.
Porque metade de mim é abrigo,
mas a outra metade é cansaço.
Que a arte nos aponte uma resposta, mesmo que ela não saiba. E que ninguém a tente complicar porque é preciso simplicidade para fazê-la florescer.
Porque metade de mim é platéia
e a outra metade é canção.
E que a minha loucura seja perdoada.
Porque metade de mim é amor,
e a outra...também.
-Ferreira Gullar - escritor brasileiro que recebeu o Prêmio Camões 2010-

11 de jan de 2011

A Outra

Chegou a minha vez de bronquear por causa da existência da outra. Sim, muitas mulheres tem na sua vida a outra, mas não sabem. Eu sei. Eu conheço a outra. Pior é que a outra surgiu na vida do João por causa do Cézar, nosso genro. Pode isso??? O meu querido genro falando alto e em bom som ao meu maridão sobre as vantagens de ter a outra??????? Pior é que se alguma coisa acontecer com a outra, o João de cara será o culpado - pois espalha-se por toda a extensão da outra as digitais do meu maridão. Nem precisa chamar o CSI. Qualquer um, só de olhar as marcas do toque espalhadas pelo corpo logo dirá que são do João!!!!!!!!!
Minha gente, eu sei que a outra existe. Eu conheço a outra. Já até a chamei de loira burra, já a mandei calar a boca. Mas não adianta nada! Ela tomou o meu lugar e na minha cara tem a coragem de repetir, pois ela tomou para ela a minha fala: - a trezentos metros, vire a direita. Policia Rodoviária Federal a 200 metros. Na rotatória, tome a direita.....
...........................João a chama de garmin. Prá mim é a Outra!

Tiro o chapéu...

Tiro o chapéu para o tio João e a tia Margarida! Não tiveram medo e resolveram encarar mais um desafio - manejar e usufruir das coisas boas que a internet oferece. Hoje, através deles, eu faço uma homenagem a um dos pontos positivos desta imensa rede - trazer para mais perto de nós as pessoas queridas, aos parentes e amigos que estão distante! Então, ao falar com eles, é como se estivéssemos lá em Portugal. É matar a saudade, sabendo das novidades, ouvindo suas vozes!!!!!!!!!!!!!!!!!!
Imagina, dá até para a gente trocar receitas! Aqui está a receita de pão-de-ló que a tia Margarida me deu, tornada real, comestível... e uma delícia!!!!!!!!!!
- Tia Margarida: só não adianta nada querer me dar receita com peixe! Isto é lá com o meu João!!!!!!!!!!!!!!!

Plantas

Eu sou um tipo "atípico" hehehe! Eu adoro semear, ver a plantinha germinar, dar flores e frutos. Fico encantada com o ciclo da vida! Mas, se eu semear ou plantar algum bulbo e o sujeito não der sinal de vida em uma semana, já estou eu plantando algo diferente no mesmo vaso! Por isso, é anormal lá em casa, ter um vaso só com uma espécie de flor. É normal, isto sim, encontrar em um mesmo vaso várias espécies de plantas. Assim, torna-se normal eu de vez em quando fazer alguma descoberta. Olha só o que eu descobri esta semana: esta florzinha vermelha eu já nem lembrava de ter plantado! KKKKK....

10 de jan de 2011

Simoneeeeeeeeeeeeeeeeee

Agora vou contar pro mundo todo!!!!!!!!!
Vem aí, prá alegrar a turma, o Samuel. Ou será o Emanuel?
Mais um gurizinho que virá prá alegrar a turma aqui da empresa.
Simoneeeeeeeee , lembra que dissestes que dia 06 de janeiro ias reunir os amigos, no teu aniversário e que teríamos o Adriel e o Otávio para alegrar a turma e a vovó aqui? hehehe..
Tivestes que esperar o próximo janeiro... e com ele já estará junto o Samuel!!!!!!!!!!
Eita mulharada de fibra!!!!!!!!!!

Dança

Aqui, no sul do sul deste imenso País, estamos passando por momentos deveras cruciais - nosso Rio Grande do Sul tão verde, tão cheio de flores, mesmo no verão, está se transformando em planícies áridas. Verão passado não foi assim. Foi assim no verão anterior. E, se eu fizer uma pesquisa, verei que verão sim, verão não, a seca assola o meu Estado. Não é de hoje. E é devido a um tal de fenômeno, chamado El Niño ou La Niña? Ou é nossa culpa, nossa máxima culpa?
Bom, enquanto a gente discute de quem é a culpa, vamos ficar assim, sem água??? Já vimos que verão sim, outro não, a área onde a seca se manifesta só tende a aumentar. Não tem não como através das Prefeituras, em ação com o Estado, fazer alguma coisa para prevenir?????????
Ou.... vamos ter que aprender a Dança da Chuva?

Cartas, carteiro, cartões...

Eu gosto de cantar esta musiquinha, bem atual, hehehehe!!!!!! -" Quando o carteiro chegou e meu nome gritou, com uma carta na mão... ante surpresa tão rude, não sei como pude, chegar ao portão!"
Ora pois! Estou a procura de uma palavra para elimar "rude" , desta canção. Pois eu fico é prá lá de contente quando o nosso carteiro chega e me chama!!!!!!!!!!!!! Só que, se me chamar para entregar contas, eu fico é com vontade de bater nele! Mas, quando ele entrega cartas, eu fico sorrindo de orelha a orelha! Melhor ainda neste final de ano: recebi muitos cartões das minhas amigas aqui dos blogues! Foi uma maneira de conhecer um pouco mais de cada uma, através da letra. Tá bem, vc não mandou nem recebeu cartão meu? Ora pois, não reclama, vc não leu a minha postagem onde eu deixei o e-mail prá gente trocar endereços????
Meninas, podem me chamar de dinossauro, antiga, etc e tal. Mas, mesmo com toda esta tecnologia em mãos, eu ainda sou mais "carta, cartão, carteiro". E viva os Correios e todos os meninos e meninas que trabalham como carteiros!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

Leituras

Nestes dias de férias deu tempo para ler. Li: O fantasma, de Robert Harris. Uma ficção (??) sobre escolhas de um homem, quando Primeiro Ministro da Inglaterra.
Li também, O Diário de um taxista, de Mauro Castro. Este livro eu ganhei da minha amiga Carminha. Meninas, o Mauro é um escritor gaúcho, sensacional. Estilo Luis Fernando Veríssimo, que eu amo ler! Pior, ele é gaúcho, mas foi preciso eu ganhar da Carminha para conhecer o moço! Neste escritor eu vou ficar de olho, para saber quando lançará mais um livro! Enquanto isto não acontece, vou continuar a ler seu blogue, Taxitramas!!!!!!!!!!!!

7 de jan de 2011

Desejos

Hum.... ainda dá tempo de desejar um bom ano para todos? Sim. Claro que dá. Afinal, 2011 ainda é uma criança. E são as alegrias, brincadeiras e sorrisos da infancia que desejo que todos transportem e vivam no decorrer do ano. Pois, acredito que a inocencia da infancia é que nos faz acreditar e viver momentos intensos de paz e amor. E acredito que esta inocencia nos faz também acreditar que ao cobrarmos saúde, educação e trabalho obteremos resposta positiva.
Portanto: "caminhando e cantando e seguindo a canção..." ou "caminhando e brincando e seguindo o coração..."
E para quuem não quiser brincar, sorrir, amar... e cobrar, diga, simplesmente - "Saí da frente!" "Não me incomodes!"
- são duas frases que eu amo ouvir, sei lá se pelo sotaque em que são ditas......

Mata

Fazem parte da minha "Mata Atlântica"!

Bordados...

Olha que lindura! E não é que fui eu que fiz??????????????????????

Devagarinho... De mansinho...

Devagarinho, de mansinho, à passos lentos... cá estou chegando, depois de umas férias!
Beleza de férias!
Fez um bem danado, só que me deixou com vontade de ficar em casa. Mas, e a semana da cãotabilidade, como ficaria? Então, voltei.... Pior que as férias deixam a gente com uma preguiça mental do tamanho do mundo!!!!!!!!!!!!!!!!!!!
Minha gente, foram férias de comes e bebes sem fim! Agora... a meta é eliminar os excessos!
Além dos filhoses, das argolas mimosas, dos esquecidos e broas de mel, peguei a receita pela internet e fiz meu primeiro Bolo Rei. Humm!!! Ficou uma delicia!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!